quarta-feira, 17 de outubro de 2007

O saber não ocupa lugar? Ah pois não!

Que o digam as prateleiras das minhas estantes, que começam a não ter lugar para tanto livro. Já cheguei ao deprimente extremo de começar a tirar alguns canhenhos para ter espaço para novos e deixar os anteriores empilhados por cima dos que estão devidamente arrumados. E como não posso simplesmente desfazer-me dos jogos de tabuleiro e outras tralhas que pelas estantes habitam, a conclusão é simples: preciso de uma terceira estante!
Isto tudo porque ontem (anteontem já, raios, que a data do blogger não me deixa mentir) passei pela Bertrand e trouxe comigo dois - só dois! - livrinhos novos. O primeiro é um que já andava a 'namorar' há algum tempo e que pode vir a ser útil para tirar ideias para trabalhos futuros:


São mais de 1000 sites reunidos num só volume, para recolher alguma inspiração quando ela fizer falta. Acontece que, no expositor ao lado, estava um outro de que tenho ouvido falar várias vezes nos últimos tempos e que estou muito curioso para ver o que vale.


Escrito - isso mesmo - pelo agora mundialmente conhecido Hugh Laurie (aka Gregory House), fica em lista de espera, aguardando que eu acabe de ler O Hobbit e que trate da saúde à Fortaleza Digital.

Abro aqui um parêntesis nesta questão da leitura, aproveitando que o nome de Laurie veio à baila, para partilhar um pouco mais de um minuto em que o senhor, nos tempos de A Bit of Fry & Laurie, demonstra o muito que se pode fazer com apenas duas palavras (lá está, duas, tantas quantos os livros que vieram semear o caos nas minhas estantes). Vejam aqui.

E voltando ao assunto anterior... como tudo isto ainda era pouco, hoje trouxe para casa um volume razoável de fotocópias do curso livre de Japonês. São três livros essencialmente dedicados aos alfabetos Hiragana e Katakana - falta o Kanji (meu Deus, o Kanji!!). A ideia é apenas uma e extremamente simples: chegar a Maio e saber fazer uns desenhos catitas para impressionar as miúdas. :)

segunda-feira, 8 de outubro de 2007

Cá está